JA Teline V - шаблон joomla Форекс

Base de Beto fecha adesão ao aumento de 8,17%

CUT

O governador paranaense Beto Richa, do PSDB, vê seu isolamento aumentar a cada dia. Nesta terça, dia 26, segundo informações do jornal “Gazeta do Povo”, a base parlamentar de Richa pretende abandonar a ideia de conceder reajuste abaixo da inflação, e acena cravar 8,17% de aumento, o que só corrigiria a inflação.

A base, ainda segundo o jornal, pretende levar a proposta ao governo. A votação de fato deve ocorrer amanhã.

Mesmo os 8,17% não agradam totalmente aos servidores, que querem aumento real. Os trabalhadores e trabalhadoras da educação reivindicam ainda o aumento de 13,01% no piso salarial, de forma que se cumpra a lei federal.

Representante do Fórum das Entidades Sindicais do Paraná, Marlei Fernandes considerou importante a posição da bancada governista na Assembleia e voltou a afirmar que os servidores não aceitam qualquer proposta menor que os 8,17% ? de preferência em parcela única.

Ela ressaltou, entretanto, que a categoria precisa de uma proposta formal para convocar uma ­assembleia. “Se propuserem um parcelamento, primeiro não podemos ter perdas salariais. Segundo, não pode ser a perder de vista ou simplesmente para quando o governo tiver condições de pagar, de forma ­genérica”, disse Marlei Fernandes.