JA Teline V - шаблон joomla Форекс

Acordo Coletivo 2019/2020 dos trabalhadores da Suzano permanece em aberto

Sititrel

Proposta econômica foi recusada pelo sindicato

Nesta sexta-feira, 06, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Celulose de Três Lagoas esteve reunido, na sede sindical, com representantes da empresa Suzano. O encontro deu continuidade as negociações do Acordo Coletivo 2019/2020. No entanto, após mais de um mês de discussão, indústria e sindicato não chegaram a uma concordância.

De acordo com o presidente do Sititrel, Almir Morgão, as cláusulas econômicas são os principais entraves. “A empresa propôs um reajuste salarial de 2,5%, o que foge da nossa reivindicação. O ideal é que o trabalhador seja ressarcido da inflação e tenha um ganho real, 2%, para que mantenha o poder de compra”. A Suzano ainda ofertou Abono de R$ 1.500,00; Ticket alimentação R$ 282,50; Auxílio Creche R$ 542,00; Auxílio Filho Excepcional R$ 1.406,00; Além de manter acordo por hora extra e adicional noturno.

O sindicato mantém sua posição desde o início das negociações, pleiteando, além do reajuste salarial descrito acima, R$ 2.100,00 de abono; Ticket alimentação R$ 380,00; Auxílio creche R$ 600,00; Auxílio Filho Excepcional R$ 1.500,00. “Estamos lutando pelo o que acreditamos ser melhor para o trabalhador. Todo nosso empenho é pela valorização de cada um que faz, de fato, essa empresa rodar. Portanto, como sempre, buscaremos o melhor acordo”, finalizou Morgão.

Uma nova reunião foi agendada para o dia 16 de setembro.