JA Teline V - шаблон joomla Форекс

International Paper confirma ampliação em Três Lagoas

International Paper

Seguindo as gigantes da celulose, Fibria e Eldorado Brasil, que amplia suas unidades de Três Lagoas, a IP (International Paper) confirmou que também iniciará obras de ampliação no município. A informação foi passada à equipe de reportagem do Hoje Mais pelo gerente geral da unidade, Amaury Malia, durante visita da imprensa a fábrica de papel nesta terça-feira (17). Malia assumiu a gestão da unidade no ano passado, porém, é funcionário da IP há 32 anos.

De acordo com Malia, a unidade foi a escolhida no Brasil para ser ampliada e o projeto está em fase de conclusão. Estima-se que serão investidos R$ 300 milhões para a ampliação. “Essa já é uma realidade. O nosso presidente [Mark S. Sutton], inclusive, já disse que o investimento será feito, só não sabemos ainda quando acontecerá, mas é certo que a IP a ser ampliada será a de Três Lagoas”, destacou. No Brasil, além de Três Lagoas, a IP tem unidades em Mogi Guaçu e Luiz Antônio, (SP).

Atualmente, a IP do município emprega 500 pessoas – 78% são da região de Três Lagoas -, entre funcionários diretos e indiretos. A produção anual da fábrica é de 236 mil toneladas de papel e entre suas principais marcas está o papel Chamex, bastante utilizado em escritórios, instituições de ensino e em casa.

Durante a visita, a imprensa conheceu todo o processo de produção de papel. A celulose é a principal matéria-prima, ela representa 80% dos componentes para a produção e o fornecedor exclusivo é a Fibria, instalada ao lado da IP, na BR-158, saída para Brasilândia.

Conforme Malia, a celulose chega rapidamente a IP por conta da proximidade das fábricas e ela é consumida de forma líquida. “Temos uma torre que recebe essa matéria-prima líquida diretamente da Fibria, esse é, praticamente, o único transporte. Dai então, inicia-se o processo de produção”, explicou.

A fabricação de papel é feita em uma máquina de aproximadamente 150 metros. A mistura dos componentes é feita e grandes bobinas são responsáveis por dar o formato ao papel e também de secá-lo, já que são utilizados 80% de água na mistura. A IP produz também papéis para embalagem e embalagens de papelão ondulado.

Ao final do processo a grande bobina é abraçada por papel, que pesa aproximadamente 30 toneladas e mede o equivalente a 100 quilômetros. Esse tanto de papel é produzido em apenas 45 minutos. Conforme Malia, por minuto, a empresa produz 286 remas de papel Chamex, com 500 folhas cada e seu processo é todo feito por máquinas.

Em Três Lagoas, a IP começou a operar em 2009, contudo, ela foi a primeira indústria a investir no município, na década de 80 com a plantação de eucalipto na região. A empresa comprou áreas e começou a investir na árvore que mudaria a realidade econômica da pequena cidade que vivia da agropecuária. Em 2007, essas áreas foram vendidas para empresas de celulose e a IP passou a investir apenas na produção de papel e embalagens.

Além da produção do produto, a IP mantém dois projetos sociais em Três Lagoas: Formare, que visa qualificar e especializar jovens em vulnerabilidade social. O projeto foi adotado no ano passado e formou sua primeira turma de junho de 2015. Atualmente, a segunda turma conclui a qualificação, prevista para junho.

Natureza Corpo, projeto implantado em 2013 com a participação direta de 400 alunos das escolas Joaquim Marques e São Carlos. O objetivo é incentivar esses alunos a plantarem ervas medicinais e aromáticas, com o intuito de preservar o meio ambiente.

Fonte: Hoje Mais