JA Teline V - шаблон joomla Форекс

Caldeira de Recuperação do Projeto Horizonte 2 está entre as mais eficientes do mundo

Suzano

Recentemente, a Fibria concluiu montagem da estrutura metálica da caldeira de recuperação do Projeto Horizonte 2, marcando também a instalação do "balão" ou "tubulão da caldeira", considerado um dos equipamentos essenciais do projeto, responsável por concentrar todo o vapor gerado na caldeira de recuperação e encaminhá-lo ao processo de geração de energia elétrica da unidade.

 Esse e outros equipamentos, que contam com o que há de mais moderno no mercado, é que faz da caldeira de recuperação do Projeto Horizonte 2 uma das mais eficientes do mundo. Mas outros fatores também destacam o "coração da fábrica", por exemplo, é uma das maiores caldeiras que existe. Para sustentar toda essa estrutura, foram utilizadas 4.660 toneladas de aço e 7.900 m³ de concreto.

Projeto Horizonte 2 aumenta capacidade de máquinas de secagem

Com o Projeto Horizonte 2, somando à atual fábrica, já em operação, a unidade da Fibria em Três Lagoas (MS) passará a produzir 3,25 milhões de toneladas de celulose/ano. Para corresponder à nova capacidade, algumas áreas possuem mais equipamentos, por exemplo, a linha de Secagem, produzirá quase o triplo da capacidade da unidade em operação. A secagem é uma das etapas finais da produção, pois, a folha de celulose é encaminhada para os secadores, onde a umidade é removida por evaporação com ar aquecido. A estrutura dos secadores chama atenção com suas colunas de 19 metros de altura, largura de aproximadamente 13 metros e comprimento 50 metros, com peso total de 3.500 toneladas. As colunas são estruturas responsáveis por suportar os aquecedores de ar, ventiladores e caixas de ventilação para a correta secagem da folha de celulose. Para se ter noção da dimensão da estrutura de cada coluna do secador, essas medidas podem ser comparadas a um prédio comercial de seis andares com salas largas.

Sistema do ar condicionado na sala elétrica da casa de força já está em funcionamento

A casa de força do Projeto Horizonte 2 teve uma importante etapa concluída, com o início da operação do sistema de ar condicionado na sala elétrica. A função da sala é abrigar os painéis de distribuição e controle de energia elétrica necessária para acionar os equipamentos da área. Já a função do sistema de ar condicionado é purificar o ar e manter a temperatura adequada dos equipamentos elétricos, garantindo a segurança e o bom funcionamento das máquinas. A casa de força é de grande importância, pois, é o local onde estão situados os turbogeradores, painéis elétricos e transformadores elétricos, responsáveis pela geração de toda a energia elétrica que será consumida na nova unidade.

Você sabia: a casa de força do Projeto Horizonte 2 possui 2.976 m², mais da metade do tamanho total da Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos, que possui 5.100 m².

Fibria inicia obras de investimento social em Três Lagoas e Brasilândia (MS)

Com o Projeto Horizonte 2, a Fibria reafirma o compromisso de atuar de forma responsável no fomento e desenvolvimento contínuo de suas comunidades vizinhas. Por isso, a empresa iniciou o Programa Básico Ambiental, que vai investir mais R$ 6,2 milhões em Três Lagoas na compra de equipamentos para secretarias municipais e reformas em quatro escolas municipais, de uma Clínica Odontológica e de uma Clínica Ortopédica. Outras entidades também estão sendo contempladas, como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Centro Salesiano e APAE. Os municípios sul-mato-grossenses de Brasilândia e Selvíria ainda serão beneficiados com investimento superior a R$ 1,9 milhão em reforma de escola municipal e hospital.

Fonte: Painel Florestal